4

Praça Nelson Mandela: Uma boa ideia concluída vale mais do que mil projetos

Não sei ao certo quanto tempo (alguns meses, com certeza), o entorno do espaço ao redor do metrô de Botafogo estava com vários tapumes. Durante esse tempo, sempre nos perguntávamos o que aquele monte de placa de compensado escondia. Pois bem, um dia tiraram os tapumes e vimos uma discreta praça com mesas e bancos de concreto e superfície para jogar dama, xadrez e sei lá mais o que. Ainda estava mal iluminada e ao lado havia grades que separavam um espaço ainda disforme. Passadas mais algumas semanas, a parte gradeada ganhou piso diferente, bancos, brinquedos e aparelhos de ginástica. Isso mesmo que você leu, aparelhos de ginástica. Até então, nunca paramos lá por que sempre passávamos correndo, até que passamos correndo, mas com o filhote do Dani e criança não perdoa, né?! “Quero ir na praça”, ele foi logo dizendo. Demos uma enrolada pra fazer outras coisas, mas não teve jeito, voltamos para a praça.

Nesse dia tudo colaborou. O dia estava bonito, Sol brilhando (mas não muito forte), crianças correndo e ficamos lá observando o pequeno brincar. Enquanto isso fomos espiando os outros detalhes do lugar e vimos que além dos pais com suas crianças tinham idosos nos tais aparelhos de ginástica e fomos conferir. São aparelhos para exercícios de força e flexibilidade, umas engenhocas engraçadas que eu só tinha visto nas matérias do Fantástico sobre longevidade na China.

Os aparelhos ficam disponíveis para uso gratuito, são as Academias da Terceira Idade. As placas dizem que a prioridade na utilização dos equipamentos é para idosos, mas se estiverem disponíveis as outras pessoas podem utilizar sem problemas. E tem usado mesmo. No mesmo dia vi, além de idosos, algumas crianças mais velhas e adultos fazendo exercício. Achamos o máximo, pois está ali ao alcance de todos em um ambiente legal e limpo pelos funcionários da Comlurb. Ás vezes ficamos tempos sem ver ações legais de nossos governos e quando nos deparamos com iniciativas como esta acho que vale a pena comentar.

Com a abertura da praça, o entorno do metrô ficou mais movimentado, principalmente à noite e agora tem uns barzinhos abertos do lado da rua bem de frente para a praça. Aproveitaram um belo espaço (que não tinha nada de útil) muito bem, além de gerar renda nova, empregos e, claro, lazer aos locais e passantes. São de propostas assim que a sociedade precisa.

Nós já sentamos nos banquinhos de concreto com mesas fora da área gradeada para bater papo e fazer um lanche e foi bem agradável. Seja para levar uma criança, fazer uns exercícios ou apenas parar e bater um papo vale à pena visitar o lugar.

Além da Praça em Botafogo, a prefeitura do Rio instalou os aparelhos em outras praças da cidade. Confira:

Academias da Terceira Idade (ATIs)

 A primeira academia foi instalada, em agosto de 2009, na Praça Serzedelo Correia, no coração de Copacabana. Hoje, já existem outras 21 unidades em funcionamento, nos seguintes bairros: Bangu, Cavalcanti, Achieta, Penha, Ipanema, Leblon, Barra da Tijuca, Ilha do Governador, Praça Seca, Largo do Machado, Vila Isabel, Tijuca, Leme, Botafogo, Vigário Geral e Flamengo. São composta por 10 aparelhos que permitem o desenvolvimento de exercícios de força e flexibilidade, atendendo diretamente às necessidade dos idosos. Aulas, supervisionadas por um profissional de educação física, acontecem, diariamente, das 7h às 10h e das 16h às 19h. Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil (SMSDC), a SESQV também mantém ATIs em postos de saúde e em clínicas da família por toda a cidade.

A informação acima foi tirada daqui.

Ah, para um registro mais completo:

Nome: Praça Nelson Mandela

Local: Saída da estação de metrô de Botafogo, ao lado de uma UPA.

Fica a Dica!

0

Uma simples raquete pode ser a diversão das suas noites!

Zzzzzzzzzzz. Você sofre com esse zumbido no seu ouvido todos os dias e já cansou de dar tapas no ar tentando pegar o maldito mosquito que te inferniza? Pois é, nós também. E foi por isso que encontramos uma solução para acabar de vez com esse incomodo infernal, sem falar nas picadas que acabam com o humor de qualquer um.

Inseticidas, bater palmas no ar que nem louco, cobrir-se da cabeça aos pés, ter um mosquiteiro na cama? Nada disso, nós compramos uma raquete. Isso mesmo, uma raquete. Bem parecida com aquela de jogar tênis só que, ao invés de rebater o maldito, ela serve para eletrocutá-lo, fritá-lo, ou seja lá mais o que for. Vimos este artefato no grande aglomerado de lojas que temos aqui no centro do Rio, no Mercado Popular da Uruguaiana, conhecida carinhosamente como “Uru”. 😀

Por onde passávamos era um estalar sem fim e pessoas gritando os benefícios de se ter uma daquelas coisas curiosas em casa. Após longas noites de verão sofrendo com zumbidos e picadas e noites frias passando sufoco por ter que usar o ventilador para espantar os malditos zumbidores de ouvido, resolvemos experimentar e ver no que dava, afinal de contas, custava apenas R$ 10. Compramos lá na Uruguaiana mesmo, recebemos instruções de uso do vendedor e fomos pra casa testar essa maravilha da tecnologia alternativa.

A raquete precisa receber uma carga inicial de 4h antes de estar pronta para exterminar mosquitos do seu lar. Feito isso é só ligar e ser feliz. Pra falar a verdade, chega a ser cômico você ficar passando a raquete pelo ar á espera daquele estalo que indica que o perna fina morreu. Particularmente (Carolina Souza), sou dada a me acabar de rir com essas situações e sempre que é possível sugiro levar nossa raquete mata-mosquito “Tabajara”. Meu sonho é levá-la quando for acampar e poder ouvir vários estalos simultâneos . Sou ruim mesmo!

Informações gerais sobre o uso e conservação da sua arma:

-Ela não dá choque em humanos (pelo menos em nós nunca deu).

-Pode infernizar a vida de baratas desavisadas. Huahuahauhauaha! 😀

-Quando matar um mosquito, ele pode ficar preso na tela, não meta a mão, chacoalhe até o bicho morto cair.

– Assim como celulares e notebooks antigos, deixe carregar totalmente e retire da tomada logo após o tempo total de carga.

Você pode encontrar a sua em qualquer comércio popular por aí. As cores são variadas.

Prós:

– Mata e seca o mosquito, nem o da dengue escapa.

-Te diverte.

-É eficaz.

 Contras:

O cheiro de mosquito frito que fica no ar alguns segundos.

Aos defensores de bichos asquerosos que possam estar por aí patrulhando, se gostar muito de mosquito leve todos eles pra sua casa e seja picado ou azucrinado bem longe de nós!

Fica a dica!

3

Mitsuy – Temaki-Drink: Testado e aprovado!

Não é de hoje que a cultura japonesa faz sucesso por aqui e podemos ver isso refletido em muitos segmentos, como a gastronomia, por exemplo. Certamente você já viu muitos restaurantes de culinária japonesa por aí, ainda mais depois da febre das compras coletivas, as promoções de rodízios e combinados pipocam em todos os cantos da cidade.

Nós que somos viciadinhos nas compras com super descontos não ficamos de fora dessa febrinha da comida do outro lado do mundo. Numa dessas promoções encontramos a oferta de um combinado de 20 peças no Mitsuy. Desconhecíamos o restaurante, mas o preço estava bom e lá fomos nós para Botafogo. Encontramos uma entrada discreta ali na Rua da Passagem, entramos e nos deparamos com um espaço pequeno e super aconchegante, clima oriental moderno, penduricalhos e tudo mais. Apresentado nosso cupom, sentamos e logo fomos atendidos por uma mocinha bem simpática e sorridente, fizemos o pedido da promoção e claro, uma cerveja que estava estupidamente GELADA. Adoramos!

Passado um tempinho rolou outra promoção lá, dessa vez de rodízio onde se pagava o valor de uma pessoa por duas e lá fomos nós experimentar o restante da comida. Não houve decepção, o atendimento continuou ótimo, a cerva “no ponto” e todos os pratos que tivemos o prazer de degustar foram aprovados.

O legal também é que rola facilidade no pagamento, pois eles aceitam vários cartões de crédito e também os famosos tickets restaurante da vida… Sabe como é!

Nós curtimos a comida, o local, o atendimento e a cerveja! Testado e aprovado.

Vá lá e ateste você também: Rua da Passagem, 111 – Botafogo – Rio de Janeiro (dá pra ir andando do metrô, bem rapidinho).

O Mitsuy funciona de segunda à sexta de 12h às 16h e 18h às 00h, sábado de 17h às 00h e o domingo fica reservado para quem quiser fazer um evento, festa, coisas do tipo.

Quer reservar um rodízio com os amigos, um jantarzinho íntimo ou marcar uma festa num lugarzinho legal, diferente e aconchegante? Basta entrar em contato: (21) 3518-5351 ou restaurante@mitsuy.com.br. Se não quiser marcar, é só aparecer mesmo, mas aí fica à disponibilidade da casa!

Atenção: Para quem mora nos arredores, também tem Delivery! 😉

Fica a dica!

0

UOL HOST – Montar sua loja virtual nunca foi tão fácil!

E viva a tecnologia, cada vez mais abrindo portas para novas possibilidades. A dica que vamos dar hoje é sobre venda de produtos pela internet, que não é nenhuma descoberta da pólvora, mas é útil para quem tem uma loja ou empresa física e precisa/quer vender pela internet e também para aqueles que pensam em começar um negócio, mas não sabem a quem procurar.

Então lá vai…

Você tem aquela ideia bem legal que está rendendo uma graninha, mas ainda acha que precisa atingir mais pessoas para melhorar o seu sucesso? Então a internet surge como um mar de possibilidades, certo? Certo!

Mas e aí, como botar meu produto/serviço na internet?

Como ter minha loja virtual?

Pensando nisso, a UOL criou um serviço que hospeda sua loja virtual e te dá assessoria no que você vai precisar para fazer a coisa funcionar. A Loja Virtual UOL HOST tem planos específicos para cada tipo de movimentação financeira que você tiver entre 5 e 50 mil reais com valores bem atrativos que incluem contas de e-mail, customização da loja, integração com o Twitter, configuração de formas de pagamento e mais uma série de serviços que te ajudarão a tocar seu negócio.

Gostamos do serviço e se tivéssemos um produto ou serviço a vender certamente seria mais fácil pra nós poder contar com algo desse tipo. Confiram lá as vantagens e comece a ganhar dinheiro também na internet.

Fica a dica!

3

Salomão Ventura – HQ brasileira de terror sobrenatural com qualidade do tipo “Vertigo encontra Câmara Cascudo”!

Brasil, terra do samba, carnaval e futebol. Essa é uma referência clássica sobre o território tupiniquim. Mas e se você lesse: “Brasil, terra dos quadrinhos, das artes gráficas e da ficção”, soaria estranho?

É bom ir se acostumando, pois por aqui grandes artistas tem se destacado por seus trabalhos nessas áreas. A dica de hoje fica por conta de um trabalho que envolve tudo isso e ainda vai te fazer tremer com personagens que você conhece desde criança.

Apresentamos: Salomão Ventura – Caçador de Lendas

Isso mesmo meu povo, um personagem “verde e amarelo” caçador de criaturas sobrenaturais. Ou você pensou que os Winchester estavam sozinhos no mundo? Não mesmo!

Salomão Ventura nasceu quando seu criador, Giorgio Galli, terminava sua Pós Graduação em Ilustração e Design. A HQ de terror tem como pano de fundo personagens do folclore brasileiro.

O primeiro volume lançado através do selo do próprio Giorgio, GiCOMIX Quadrinhos, traz a lenda do saci, bem diferente daquele moleque travesso apresentado por Monteiro Lobato. A história tem drama e terror bem costurados e ilustrados. Nós encontramos a revista por acaso numa banca do Centro do Rio, lemos, gostamos e desde então temos acompanhado o blog do autor para saber mais sobre o volume dois que agora está em fase final de produção. Aguardamos ansiosos o lançamento do caçador de lendas na próxima história:

O Senhor das Matas!

Capa não definida oficialmente até data deste post

Fica a dica!

OBS: Este é Luis da Câmara Cascudo.

O Universo Vertigo dispensa explicações.

0

Suggin – Sugira, descubra, compartilhe!

Hoje em dia existe rede social pra tudo e é um grande barato ter aquele lugar que você sabe que vai encontrar pessoas com interesses comuns, amigos antigos, novos e por fazer. Nessas redes geralmente compartilhamos nossas preferências, lugares que achamos legais, programas de TV, filmes e mais um monte de coisas que temos vontade de contar.

Nada mais justo então do que ter um espaço para sugerir, certo?! E é aí que entra o Suggin, uma rede social para compartilhar de tudo. Tudo mesmo. Gostou de um site, filme, livro, restaurante, comida? Vai lá e sugere. O site é dividido por categorias e toda hora tem alguém sugerindo algo diferente.

Para nós aqui do Dica Aleatória nada mais precioso que conhecer um lugar como esse. A metade da dupla que vos escreve (no caso eu, Carolina Souza) tem um perfil lá e, claro que este bloguito foi devidamente sugerido na categoria de sites e blogs. Tem algo a sugerir? Então vai lá, se cadastra e fica a vontade.

O Suggin nos achou por acaso no Twitter quando divulgávamos o filhote aqui. Desde então estou querendo muito dar a dica desse lugar inusitado. É isso, meu povo.

OBS: Quer mais ironia do que um blog que dá dicas sobre vários assuntos encontrar um site de relacionamento que sugere várias coisas? 😉

 Fica a dica!