0

Novembro Azul Desmistificado!

Após campanha para conscientização sobre a prevenção do câncer de mama, que conhecemos como Outubro Rosa. Chegou a hora do Novembro Azul, que incentiva os homens a se prevenir contra o câncer de próstata, que atinge grande parte da população masculina. Além de ser uma doença silenciosa que só dá sinais quando o problema tá gigante, a descoberta é cercada de preconceito pelo modo como é feito o exame.

Novembro Azul

A humanidade já evoluiu demais pra você deixar um preconceito bobo te colocar em risco mortal. Faça o exame. Incentive homens acima do 45 anos próximos a você a procurar um médico e se cuidar.

E só pra descontrair – porque se contrair, é pior (Yeah, yeah, glú, glú):

Publica‹o -08.10.2009 - EXT CB - Charge - Leonardo

Fica a dica!

Anúncios
2

Cervejas do meu mundo afora: Biritis

Finalmente experimentamos a Biritis! 😀

A cerveja produzida em homenagem a um mais queridos trapalhões, o Mussum! #Calcilds \o/

Lembro com gosto como o Mussum era um bebum divertido. Não vamos ao politicamento correto porque por aqui ninguém começou a beber e nem virou alcoólatra por causa do personagem, né?

Dito isso, vamos à cerveja, da Brassaria Ampolis:

Gostosinha!

É uma Vienna Lager com 4,8% de teor alcoólico e uma cor acobreada muito bonita. A cerveja é boa, mais até do que esperávamos. Compramos por R$ 18 a garrafa de 600 ml em um mercadinho aqui no Méier. Nos outros lugares que vimos estava mais cara (Possível que no CADEG esteja mais barato, mas a diferença é pouca).

Agora falta provar a nova cerva inspirada no Mussum, a Cacildis. Pode deixar que voltamos aqui pra contar como é.

~Entra a música d’Os Trapalhões e encerra! 😉

Fica a dica!

0

Feliz Dia do Livro

Livros são maravilhosos.

Temos um monte de dicas que poderíamos compartilhar com vocês, mas fica para outro post menos corrido. Para não deixar passar a data em branco, separamos dois livros com a cerveja como tema para você conhecer:

larousse_de_cerveja 1001cervejas

Existem outros e com calma vamos indicando para quem tiver interesse. 😉

Leitura é algo fantástico e se for sobre o assunto que você gosta, torna a experiência mais especial ainda.

Leia bastante!

Fica a dica!

0

Cervejas do meu mundo afora: Therezópolis Or Blanc

Daquelas surpresas que o Prix nos reservou!

Conhecemos mais este rótulo da cervejaria St. Gallen e não perdemos tempo em experimentá-la. Sugerimos que também não perca, pois ela é sazonal.

Borrou um pouco, mas tá valendo o registro! Boas inovações da St. Gallen!

A Therezópolis Or Blanc é uma cerveja de trigo estilo Witbier, que traz entre seus ingredientes cascas de laranja e especiarias. Sua cor é um amarelo pálido e possui um aroma agradável. Nós preferimos as Weissbier ou Hefe-Weissbier, como a Paulaner, mas ficamos felizes sempre que conhecemos cervejas novas, então vale super a pena.

Esta é uma cerveja para beber com pouca preocupação por ter apenas 4,5% de teor alcoólico. No máximo preocupa pelo preço. Pagamos cerca de R$ 16 por 500 ml, mas recomendamos que você se dê esse prazer. 🙂

Fica a dica!

0

Cervejas do meu mundo afora: Petra Pilsen

Faz tempo que ela chegou ao mercado, mas só agora tivemos a oportunidade de experimentar.

Padrão Brasil. Nada mais, nada menos (Graças a Deus XD).

Esperávamos algo do estilo da Itaipava e graças a Deus foi diferente. A cerveja é boazinha, no estilo do que temos de comum por aqui, Brahma, Antártica, ETC. Boa praquela churrascada de final de semana, onde vale mais a quantidade do que a qualidade. 😉

Experimentem!

Fica a dica!

0

Cervejas do meu mundo afora: Colônia Negra

A surpresa foi grande em encontrar essa cerveja. Nós já conhecíamos a Colônia Pilsen, que encontramos na Feira de São Cristóvão, mas não imaginávamos encontrar outros rótulos aqui no RJ.

Tipo Stout. TIPO. Enough said.

Confesso que foi com grande desconfiança que a levamos pra casa, mas a surpresa foi razoavelmente boa. É realmente uma Stout que merece ser conhecida e degustada, principalmente pelo seu custo/benefício. Compensa para quem gosta de cerveja escura e não quer o super doce de uma Malzbier (Que, na nossa opinião: Blergh! XP)

Encontramos também no último fim de semana, mas foi comprada no supermercado Intercontinental de Coelho Neto (perto da estação do metrô com mesmo nome). Sim, nós andamos pra caramba e sempre que podemos damos um “confere” nos mercados próximos em busca de novidades. E, em geral, vale a pena! 😉

Fica a dica!

1

Cervejas do meu mundo afora: Brooklyn Post Road Pumpkin Ale

Nosso final de semana foi “florido” de descobertas cervejeiras, então pra manter vocês atualizados, vamos postar as cervejinhas do último “findi”. 😉

Desce a Brooklyn Post Road Pumpkin Ale:

Pelo estilo Ale, é ótima, agora, pelas especiarias…

A de hoje é uma Pumpkin Ale produzida pela Brooklyn e como o nome sugere, na receita constam abóbora e especiarias. Para nós foi uma excelente cerveja tipo Ale mas não notamos os ingredientes destacados (juro!). Talvez um apreciador com paladar (bem) mais apurado consiga mas nós, pobres mortais… De qualquer forma recomendamos, pois gostamos muito dela pela qualidade, aroma e sabor.

E pela linda tampinha abóbora! 😀

Assim como a Manneken Pils, cerveja de ontem, este também foi comprado no Prix da Conde de Bonfim, na Tijuca.

Fica a dica!