0

Primeiro sábado do mês tem o que? Tem Feira do Lavradio? Tem sim, senhor! :D

Meu povo, amanhã é o primeiro sábado do mês e caso vocês não se lembrem, tem Feira do Lavradio!

 

Então, como amanhã vamos doar sangue e o INCA já é ali pertinho, vamos aproveitar e dar uma passada lá. Tá sem nada pra fazer? Vamos lá, tomar uma cerveja, comer uns petiscos e curtir a boêmia carioca, o artesanato, a diversidade, enfim, vários fatores que fazem do nosso Rio de Janeiro um lugar lindo, do Brasil um país tropical, abençado por Deus e bonito por natureza. 😉

Que bonito isso, acho que devíamos escrever uma música! 😛

 Fica a dica!

Anúncios
6

Rede Amostra Grátis: Uma proposta diferente de loja, onde você paga com a sua opinião!

Já imaginou um lugar onde você entra, escolhe alguns produtos que não conhece (mas que gostaria de experimentar), leva tudo pra casa, come, bebe ou usa pra saber se gostou ou se compraria? Tudo de graça… Ou melhor, quase de graça!

Deixa gente explicar:

Toda vez que você vê um produto novo na prateleira do mercado ou de alguma loja, se pergunta se vale à pena comprar aquilo, certo? Não? Bem, nós fazemos isso, aqui não tá sobrando grana assim! Mas e se você pudesse conferir como é antes de pagar pelo produto?

Pensando nisso, foi lançada uma loja que propõe justamente a experimentação de um novo produto: Rede Amostra Grátis. Trata-se de uma loja onde você pode fazer o cadastro e visitar uma vez por mês levando até cinco produtos para experimentar. O “quase de graça” citado logo no começo do texto deve-se ao fato de você precisar pagar uma taxa de R$ 50 anuais para ter tal direito. Parece muito? Na verdade não é, pois na sua primeira visita à loja, os produtos que você leva, se fossem comprados, cobririam ou chegariam bem perto do valor que você investiu e, considerando que você pode retirar produtos a cada 30 dias, torna-se atraente.

Também faz parte da experiência responder a um questionário sobre o que você consumiu e dar suas opiniões. De quebra, ainda ganha uns pontos sagazes a mais pra trocar por mais produtos. Não é obrigado a fazer, pode só pegar os produtos e pronto, mas pensa só, é igual um jogo de RPG: Quanto mais pontos, mais você cresce e pode pegar mais coisas! Desculpem a analogia nerd! XD

Nós ficamos sabendo deste tipo de loja em São Paulo, chamada Sample Central, que tem o mesmo princípio e achamos que isso nunca daria certo aqui no Rio. Tivemos um pouco de preconceito sobre a educação do carioca com este tipo de iniciativa. Mas como tem regras, fica mais fácil de controlar a coisa toda.

A loja daqui foi inaugurada este ano e nós fizemos cadastro antecipado e já fizemos as primeiras duas visitas e aguardamos ansiosamente pela próxima.  Experimente você também. É uma oportunidade de testar produtos recentes no mercado (ou até mesmo marcas de renome) e ainda dizer ao fabricante o que te agrada ou não, podendo assim, melhorá-lo.

A loja fica na Rua Figueiredo Magalhães, 121, Copacabana – Rio de Janeiro.

Da pra chegar rapidinho de metro descendo na estação Siqueira Campos, na Linha 1.

Fica a dica!

2

Saraiva de Bolso (e Digital)!

Esta dica pode ser considerada duas em uma. Hoje conhecemos o novo lançamento da Saraiva: Coleção Saraiva de Bolso, que traz clássicos em versão pocket pra você levar com maior mobilidade pra qualquer lugar. Hoje, eles enviaram aos seus clientes cadastrados o aviso da nova coleção e de quebra mostraram as versões digitais para as tais obras.Acessando o link enviado por e-mail aparecem disponíveis para baixar gratuitamente (Hurrul!) a versão digital dos seguintes títulos: Orgulho e Preconceito, da autora Jane Austin e Romeo e Julieta, de ninguém menos que William Shakespeare. Tudo que você tem que fazer é ter uma conta no site deles, baixar o aplicativo da Saraiva para livros digitais e ser feliz. 🙂

Essa foi uma boa sacada para o público conhecer sua linha de livros digitais. Provavelmente a ideia é de que o povo experimente, se empolgue e compre os próximos.

Opinião própria, nossa, de nós mesmo: Por mais que gostemos de livro impresso (e nós gostamos demais!), devemos perder um pouco do preconceito, pois é uma tecnologia que veio para ficar, prática, interessante e garante economia de espaço e de materiais primários. Mas nada ainda tira o gostinho de um livro na nossa mão e temos dito! >.<

Acessa lá o site da Saraiva, cadastre-se e fique sabendo dessas promoções.

Fica a dica!

2

Bienal do Livro 2011! Não perca, pois 2012 tá aí, já viu né…! ;)

Está chegando um dos eventos mais aguardados por nós: A Bienal do Livro!

Assim como outros eventos, gostaríamos que este fosse anual, mas ok, já tá valendo de dois em dois anos mesmo!

Você já deve ter ouvido falar, lido ou visto cartazes de divulgação. É bem provável que já tenha estado por lá também. Para quem gosta de ler, a Bienal é um sonho, estantes por todos os lados, lançamentos, promoções e palestras fazem leitores muito felizes.

Vamos te contar nossas impressões sobre a Bienal:

Os autores presentes para falar de suas obras contam pontos, mas particularmente, dificilmente vamos entrar na fila do autografo a não ser que o Neil Gaiman esteja lá. O tempo que se perde nisso pode ser empregado em descobrir novos títulos.

Palestras… Vivo (Carol) querendo assistir alguma, mas nunca rola por que as senhas distribuídas acabam antes que eu consiga chegar perto. o_O

Pra sermos bem sinceros, preços baixos não são exatamente o que encontramos por lá. Uma ou outra editora faz promoções, em especial as de quadrinhos, mas, no geral, os preços são iguais aos das livrarias em qualquer época do ano.

Aí você vai e perguntar: “Porque diabos vocês gostam da Bienal então?”

É muito simples. Livros por todos os lados, oportunidade de conhecer novos autores e suas obras, a loja da Comix tem stand lá, ganhamos vários marca-páginas (temos coleção deles) e sem dúvida a atmosfera do evento tem um tom todo especial, que só quem ama livros consegue sentir.

Visite a Bienal do Livro e encante-se com tudo que tem por lá.

Quando: Entre os dias 1º e 11 de Setembro.

Onde: Rio Centro – Av. Salvador Allende, 6.555 – Barra da Tijuca, RJ.

Como chegar (Linhas de ônibus): Praça XV-Riocentro (268); Cascadura-Riocentro (757); Castelo-Riocentro/Redentor (ar condicionado); Cascadura-Riocentro (749); Terminal Alvorada (706); Terminal Alvorada (708).

 Fica a dica!

2

Adoro Brechó! E você? :P

Quando descobri a dica de hoje cheguei a sentir cheiro de naftalina (Pura licença poética, pois estou gripada e não sinto gosto nem cheiro de nada) com a lembrança dos brechós pra onde já doei roupas quando era criança. Geralmente eram de igrejas e as roupas doadas não eram assim um luxo, mas serviam a quem mais precisava.

Eu fui ensinada a nunca doar nada que não estivesse em condições que eu não usaria e é nesse gancho que entram os novos brechós. A seleção das peças é criteriosa e não adianta ninguém empurrar coisa ruim que não rola. Senão ninguém compra, não é mesmo?

Além das peças cuidadas e prontas pra usar, as etiquetas chamam atenção. Marcas que muitas vezes são impensáveis em se ter por que são caras demais pro nosso orçamento, aparecem em preços bem atraentes se você levar em consideração que são peças de boa qualidade. No Adoro Brechó tem espaço pra tudo, de roupas a acessórios, expostos nas categorias: Disponível, Vendido, Reservado e Liquidação. O pagamento é feito por depósito bancário.

As peças são exibidas com numeração e preço. Se interessar e estiver disponível, basta clicar em “Quero pra mim” e seguir as instruções de compra. Os custos do frete ficam por conta do cliente.

Para vender as peças do seu guarda-roupa que você não usa e/ou não quer mais, mande um e-mail para  adorobrecho09@gmail.com com fotos do produto, preço que você sugere e descrição. Todo o trâmite é feito por email. A equipe já logo avisa que é exigente na escolha do que vai pra venda e pede que não fique chateado se sua peça não for aceita por eles. #nadapessoal

A última vez que comprei roupas usadas foi num bazar promovido por uma amiga da minha sogrita. Amei!

O site é simples e com música gostosa rolando enquanto você escolhe sua nova aquisição.

Em breve daremos dicas de outros espaços para compra de produtos usados.

Fica a dica!

7

Feira do Lavradio – No mundo descolorido do centro carioca existe um oásis cultural que vale a pena conhecer

A cidade do Rio tem uma imensa variedade de coisas pra se fazer e lugares para se estar. Sempre algo diferente, gente diferente, comida diferente. Quase tudo encontramos por aqui. No Centro da cidade, entre a muvuca predial e a Lapa está a Rua do Lavradio.

Neste lugar pulsa uma parte muito legal da cultura carioca. Bares, restaurantes, ateliês de design e lojas de antiguidades tornam a rua um charme só. Uma parte equivalente a um quarteirão foi transformada literalmente em “quarteirão cultural”, sendo que lá nem passa carro, só pedestres. Claro, um espaço desses, livre, tinha que ser aproveitado e essa é a razão da nossa dica de hoje, te contar como isso vem sendo feito. Todo primeiro sábado de cada mês (amanhã é o primeiro desse mês, gravem isso) acontece nesta rua a famosa Feira do Lavradio.

Calma, não estamos te mandando visitar uma feira de legumes e verduras (apesar de também não ser uma má ideia).  Esta que estamos falando é composta de barracas de artesãos e vendedores de todo tipo de coisas legais e originais. Bolsas customizadas com páginas de quadrinhos, camisas de personagens da cultura pop (como o rosto do gato de Alice no país das maravilhas), ou até mesmo uma fantasia de cascão para pequenos, esculturas com garrafas de vidro, bijuterias de vários materiais, discos de vinil, roupas e mais roupas e muitas coisas mais. Fora isso, tem os bares e restaurantes (como já disse lá em cima) onde você pode almoçar, tomar um chopp, ou simplesmente relaxar. Tudo ao gosto do freguês! 😉

No dia da feira não apenas o quarteirão cultural fica indisponível para tráfego normal de carros, mas toda a rua é tomada pelas tais barracas. Tem samba rolando e gente de todas as idades e estilos dão o ar da graça por lá. Não podemos dizer que achamos tudo uma pechincha por que seria uma grande mentira. Tem coisa cara lá, afinal de contas, o que não é feito em larga escala tem lá seus custos, mas tem também aquele brinco legal, aquela bugiganga fofa pra botar em casa que não vão te deixar pobre. Em último caso, se você não quiser comprar nada, vá para conhecer, para almoçar em um ambiente descontraído, com gente diferente circulando. Mudar de ares faz um bem danado e se você apenas costuma ver o centro da cidade com o cinza dos ternos e da fumaça dos carros, vale conferir sob outra perspectiva.

Fica a dica!

2

Achou, levou, indicou, ganhou!

Você que nos acompanha, já deve ter reparado que citamos sites de desconto pelo menos uma meia dúzia de vezes e é provável que veja outras tantas por aí, por que as  compras coletivas são uma tendência (maravilhosa) e pretendemos continuar usufruindo dos benefícios. Pois bem, hoje vamos falar uma pouco mais desse mundo dos descontos e das iniciativas curiosas que os acompanham.

Há pouco tempo conheci um site de compras coletivas chamado Achou Levou, com ofertas legais, visual clean e parecendo confiável. Mas o que me chamou atenção não foram somente as características citadas acima, tinha algo mais ali no canto superior direito da página, um banner com aparência de propaganda retrô escrito: Indicou ganhou. Ele me chamou mais atenção do que nos outros sites.

Pois bem, cliquei lá e eis a surpresa ele não me oferecia R$ 10 de desconto em cada amigo indicado, a proposta era outra, com cunho até mais profissional, por assim dizer. O negócio todo é o seguinte: O Achou Levou é site novo e, claro, além de clientes procura também parceiros com boas ofertas a oferecer e por que não envolver o público nisso? Foi o que eles fizeram. Lançaram a proposta para quem conhecer empresas legais, que goste e tenha contato com seus donos ou administradores para intermediar o primeiro contato.

É assim:

Você, que conhece a empresa X, preenche uma ficha com os dados e contatos de lá e os seus e pronto, envia pro Achou Levou. Se o site e a empresa fecharem negócio, você receberá 5% do total de vendas da sua oferta indicada. Legal, né? Isso pode ser uma forçinha, se você estiver apertado de grana.

Nós achamos essa iniciativa muito legal. Inovadora, pra dizer a verdade, pois ainda não tínhamos visto algo assim nesse vasto mundo de descontos e compras coletivas.

Fica a dica!