0

Projeto “Clicou, plantou” do Greenvana ajuda no reflorestamento!

Já demos uma dica parecida por aqui, mas passamos agora para uma rapidinha (de vez em quando é legal, né?)! 😉

Toda a vez que acessamos o site do Greengle, ou da rede Greenvana, ajudamos a plantar uma árvore no mundo!

Como funciona: A cada 6.000 acessos uma árvore é plantada. A equipe do Greenvana doa uma graninha pra uma instituição que vai lá e planta mais uma arvorezinha no mundo. Devagarzinho, sem afetar ninguem, já foram plantadas 422 árvores desde 16/12/2010, de acordo com a última atualização de hoje, 13/12/2012.

Devagarzinho, eles vão ajudando. Melhor do que muita empresa por aí.

E possuem algums serviços legais na rede deles:

Greenvana – Vários produtos verdes, reciclados e para economizar um pouquinho o mundo que vivemos. Uma empresa de consumo sustentável. Inclui-se a Greenstore, que é voltada para produtos como roupas, beleza, bem estar e coisas de casa e a Greenforma, uma loja com materiais de construção e reforma, mas voltado para o sustentável.

Greengle – Um buscador Eco-Friendly, como eles chamam. Usa o motor do Google, então, não tem erro!

Greenstyle – Funciona como uma revista eletrônica green, contendo várias matérias sobre tudo, saúde, contrução, moda… enfim, tudo mesmo! Bem legal.

Greenbest – Prêmio para as melhores iniciativas, produtos e projetos desenvolvidos Brasil afora.

Greenpedia – Uma enciclopédia sobre sustentabilidade, bem interessante também.

Enfim, a parada é: Se mais pessoas acessarem, mais rápido as árvores serão plantandas, eles ganham mais acessos, galera descobre algumas coisinhas legais nos sites da rede, utiliza as ferramentas disponíveis  e todo mundo sai ganhando!

Nós acessamos todo o dia. E você, já acessou o site do Greengle hoje?

Fica a dica!

Anúncios
0

Faça a diferença: Recicle!

O que você faz com sacolas de plástico trazidas do supermercado? Já sei, usa como saco de lixo na sua casa. Mas e quando a sacola rasga, fura ou é tão pequena que não dá pra usar?

Você comprou ou ganhou um perfume, mas passado um tempo ele acabou. Você joga a embalagem na lixeira da sua casa?

Óleo de cozinha, o vilão do meio ambiente. Onde você descarta? Joga na pia? O_O

Bem, nós ficamos um tempo nos preocupando com isso, sem saber que destino dar aos materiais citados acima. Até que, nas nossas andanças por supermercados principalmente, descobrimos que alguns deles recebem estes materiais e dão a eles o destino correto: Reciclagem.

– Nos Supermercados Mundial você pode levar suas sacolas plásticas e depositá-las nos locais indicados na entrada da loja.

Onde: Rua Voluntários da Pátria, 24 – Botafogo.

Rua Conde de Bonfim, 5/7 – Tijuca. Largo da Segunda-feira.

– As lojas O Boticário recebem de volta as embalagens de seus perfumes vazias.

Onde: Av. Dom Élder Câmara, 5474 – Cachambi – RJ – 2º piso.

– O Carrefour do Norte Shopping recebe óleo de cozinha.

Onde: Av. Dom Élder Câmara, 5474 – Cachambi – RJ – 2º piso.

– O Pão de Açúcar da Tijuca tem reservado no estacionamento um espaço para que as pessoas depositem alumínio, plástico, vidro, papel e óleo de cozinha.

Onde: Rua Drº Satamini, 164 – Tijuca. Em frente a Praça Afonso Pena.

Se você quer reciclar, mas não sabe para onde mandar o material ou quem o recebe, pode começar pelos locais indicados e fazer a diferença.

Fica a dica!

7

Nova oportunidade de exercitar o desapego: Livre-se de seu lixo eletrônico corretamente!

Todos os dias novos produtos tecnológicos são lançados no mercado. Não sei vocês, mas nossa mão coça pra ter em casa essas novidades. O problema é: O que fazer com o que já temos?

Muitas vezes nossos antigos eletrônicos vão parar no fundo de gavetas e caixas, seja por que compramos coisas novas ou por que quebraram e não sabemos que destinos dar a eles. Por isso a empresa Descarte Certo, o Ministério do Meio Ambiente e o Metrô Rio fecharam uma pareceria para recolher e dar o destino adequado às nossas bugigangas tecnológicas.

A partir de hoje até o dia 26 deste mês, na estação da Carioca, das 6h às 18h serão aceitos seus antigos vídeo cassetes, DVDs, TVs, celulares, baterias, cabos, monitores, notebooks, câmeras fotográficas e o que mais você tiver de eletrônico em casa e que não use ou queira mais.

Essa iniciativa faz parte das comemorações pelo Dia do Consumidor Consciente, que será dia 15 de outubro.

É isso, minha gente, vamos exercitar o desapego e retirar as tralhas de casa. Isso vai evitar que novos recursos sejam extraídos do meio ambiente desnecessariamente e o que não puder ser reaproveitado será corretamente descartado sem prejudicar nosso planeta.

Fonte e imagem: Metrô Rio

Fica a dica!

3

Festival de Arte, Cultura e Meio Ambiente

Uma boa tentativa de sensibilizar a sociedade sobre como diminuir os impactos ambientais causados pelo nosso estilo de vida e educar crianças acontecerá neste final de semana no Jardim Botânico, com entrada gratuita. O Festival de Arte, Cultura e Meio Ambiente tem brincadeiras circenses, oficina de arte com material sustentável, teatro infantil e recreação ecológica.

O evento também promove um concurso de fotografia com os temas: Dia da árvore (comemorado dia 21 de setembro) e o Ano Internacional das Florestas, com ênfase na importância das árvores na vida das pessoas. Para se inscrever acesse o site www.festivaldearte.com.br. As 15 melhores fotos serão exibidas ao ar livre no Gramado do Lago das Tartarugas, do Jardim Botânico.

O evento é uma iniciativa da Light, com apoio da Secretaria Estadual de Cultura.

Como chegar: Através da integração metrô-metrô na superfície! Fácil, fácil. 😉

Foto: Brasil 1

Fica a dica.

4

Salve o mundo, um pouco de óleo por vez!

Cuidar do meio ambiente deixou de ser uma coisa bonitinha que fazemos por que somos legais (ou queremos parecer) e tornou-se uma necessidade real. Ou você cuida, ou acaba e você será tão prejudicado quanto qualquer um. Temos notado esforços de pessoas e empresas para conscientizar e facilitar o acesso da população a alguma forma de melhorar o mundo em que vivemos. Seja de forma discreta ou com ampla divulgação, o trabalho já começou e podemos (na verdade acho que devemos) fazer parte dele.

 O óleo que nós descartamos na pia quando lavamos a louça, vai parar nas nossas redes de esgoto e por conseqüência entope as tubulações, chega aos rios, córregos e finalmente ao mar, além do risco de contaminar o solo. Pode parecer clichê, mas é verdade e todos nós sabemos que basta cada um fazer sua parte e aí sim teremos a chance de ver a mudança acontecer.

O MetrôRio, que presta serviços de transporte público está promovendo desde o dia 1º de agosto a coleta de óleo de cozinha nas estações Vicente de Carvalho (Linha 2), Largo do Machado e Ipanema/General Osório (Linha 1). O trabalho é itinerante e ficará nessas estações até o dia 30 de setembro. O Metrô receberá o óleo entregue pela população e a empresa Grande Rio Reciclagem Ambiental fará a retirada do material e ficará responsável pelo seu processo de reciclagem.

Não descarte de forma incorreta óleo da batata frita, nugget, ou seja lá o que você frita em casa. Se você anda de metrô, tenta dar uma passada em algumas dessas estações e deixar lá o óleo que você jogaria fora. Caso a campanha acabe e você não tenha tido tempo de passar lá, tem outros pontos de coleta que podem ser mais fáceis pra você:

Pontos de coletas de óleo vegetal – Rio de Janeiro

  • Paróquia da Ressureição – R. Francisco Otaviano, 99 – Copacabana
  • Paróquia N. Sra da Salete – R. Catumbi, 78 – Catumbi
  • Paróquia São Sebastião – Praia da Olaria, 607 – Cocotá – Ilha do Governador

Pontos de coletas de óleo vegetal – Cabo Frio

As informações sobre os postos de coleta foram retiradas daqui.

Fica a dica!

0

Greenvana e a moda do verde

A moda do verde, ecologicamente correto e sustentável, está estampada em propagandas e rótulos em todo lugar que se olha e veio pra ficar.

Com o mundo se acabando em gases, líquidos e materiais nocivos à saúde do homem e da Terra, não há como fingir que não é com você. A lógica é simples: Ou revertemos os danos causados e assumimos uma postura sustentável ou tudo o que conhecemos estará em risco. Podemos começar com pequenas ações como separar o lixo, por exemplo. Se na sua cidade não existe coleta seletiva, deixe o lixo reciclável separado do lixo orgânico, muitos catadores de material reciclável passam pelas ruas antes da companhia que recolhe o lixo e levam apenas o que pode ser reaproveitado. Fazemos isso e dá certo.

Sempre procuramos por produtos que consumam pouca energia, com selos ambientais atestando que aquilo não agride o meio ambiente sem falar que temos feito esforço para não pegar sacolas de plástico que nos empurram, mesmo se comprarmos apenas balas. De olho nos produtos ecológicos e em uma vida mais sustentável, encontramos o Greenvana Eco Store, um site brasileiro que vende produtos ecologicamente corretos.

Tem de tudo, desde esferas que prometem lavar sua roupa sem usar produtos químicos (é só colocar na máquina de lavar), utensílios de cozinha feitos de vidro reciclado e até brinquedos. Agora, pasmem, tem um Banco Imobiliário Sustentável, aquele famoso brinquedo que muitos de nós brincávamos quando criança, agora em versão para ensinar os pequenos sobre meio ambiente.

O site é bem legal. Alguns preços são bem válidos, outros nos assustaram um pouco, mas acho que tudo é questão da coisa engrenar. Exemplo: Quanto mais pessoas usarem roupas feitas a partir de garrafas pet, mais incentivos as confecções vão ter para produzir e isso fará o custo baixar. É aquela coisa de dar o primeiro passo e, acreditem, é um caminho sem volta super do bem.

O Greenvana também conta com um serviço de busca personalizado: O Greengle. As buscas nele funcionam exatamente como as do Google, mas a diferença é que a cada 6.000 acessos uma árvore é plantada pelo site! Ajuda com o mínimo de esforço. Divulgue essa idéia!

Fica a dica!