0

Cervejas do Meu Mundo afora: Affligem Blond

Cervejas belgas já nos conquistaram há algum tempo, mas nunca é demais conhecer mais uma boa representante.

Aproveitamos uma promoção esperta no CADEG e trouxemos pra casa por R$ 11,90 essa delicinha. Tudo bem que não é uma super embalagem, são 330 ml mas que valem muito!

Ótima cerveja belga!

Meus caros, vale a experiência desta e de outras do estilo. Até hoje não provamos uma belga que não tenhamos gostado.

Ah, essa Blond Ale tem 6,8% de teor alcoólico e se você não tomar cuidado fica alto sem sentir de tão fácil que ela é pra degustar.

Fica a dica!

0

Jeffrey unindo cerveja e cultura: Exposição “Saudade”

A Galeria Jeffrey, da ótima marca de cerveja Jeffrey Niña, expõe entre 26 de Novembro e sete de Janeiro de 2015, as artes de Pedro Jardim com o tema “Saudade”.

Saudadeexposição

A galeria foi aberta recentemente e faremos nossa primeira visita no próximo sábado já muito empolgados com os projetos, pois já que adoramos a cerveja que eles produzem, esperamos boas experiências também nesta empreitada. Vamos lá conhecer? Ah, a entrada é gratuita! 😉

De qualquer forma voltaremos para contar como foi a experiência.

Informações:

Estreia: dia 26/11

Hora: 19h às 23h
Endereço: Rua Tubira, 8 – Loja C | Leblon
Funcionamento da Galeria nos demais dias: Segunda a sexta de 11h as 20h e sábados de 12h as 18h
Entrada Gratuita

Página do evento no Facebook.

Fica a dica!

0

2º Festival Gastronômico do CADEG

O que dá certo, a galera repete, né? Por isso está rolando a 2ª edição do Festival Gastronômico no CADEG.

O evento vai até o próximo domingo (23/11/2014) e conta com programação especial para este último final de semana. Estivemos lá no sábado passado e vimos boas promoções de cerveja, tem bacalhau pra garantir ceia de Natal e Ano Novo, doces portugueses (esses estão meio carinhos na maioria do lugares, mas alguns super valem a pena) e muitas frutas, legumes, temperos e plantas pra você levar pra casa. E MUITA bebida diferente, nacional e importada! 😀

2º Festival que vamos, é sempre bom visitar o local 🙂

Já sabe, né? Se vier de carro, tem uma saída pela Brasil que dá direto lá, ou pode vir por dentro. Tem o metrô de Triagem que é relativamente perto e muitos ônibus. Mais informações sobre endereço, horários e como chegar aqui.

Fica a dica!

2

Cervejas do meu mundo afora: Biritis

Finalmente experimentamos a Biritis! 😀

A cerveja produzida em homenagem a um mais queridos trapalhões, o Mussum! #Calcilds \o/

Lembro com gosto como o Mussum era um bebum divertido. Não vamos ao politicamento correto porque por aqui ninguém começou a beber e nem virou alcoólatra por causa do personagem, né?

Dito isso, vamos à cerveja, da Brassaria Ampolis:

Gostosinha!

É uma Vienna Lager com 4,8% de teor alcoólico e uma cor acobreada muito bonita. A cerveja é boa, mais até do que esperávamos. Compramos por R$ 18 a garrafa de 600 ml em um mercadinho aqui no Méier. Nos outros lugares que vimos estava mais cara (Possível que no CADEG esteja mais barato, mas a diferença é pouca).

Agora falta provar a nova cerva inspirada no Mussum, a Cacildis. Pode deixar que voltamos aqui pra contar como é.

~Entra a música d’Os Trapalhões e encerra! 😉

Fica a dica!

0

Feliz Dia do Livro

Livros são maravilhosos.

Temos um monte de dicas que poderíamos compartilhar com vocês, mas fica para outro post menos corrido. Para não deixar passar a data em branco, separamos dois livros com a cerveja como tema para você conhecer:

larousse_de_cerveja 1001cervejas

Existem outros e com calma vamos indicando para quem tiver interesse. 😉

Leitura é algo fantástico e se for sobre o assunto que você gosta, torna a experiência mais especial ainda.

Leia bastante!

Fica a dica!

0

Cervejas do meu mundo afora: Therezópolis Or Blanc

Daquelas surpresas que o Prix nos reservou!

Conhecemos mais este rótulo da cervejaria St. Gallen e não perdemos tempo em experimentá-la. Sugerimos que também não perca, pois ela é sazonal.

Borrou um pouco, mas tá valendo o registro! Boas inovações da St. Gallen!

A Therezópolis Or Blanc é uma cerveja de trigo estilo Witbier, que traz entre seus ingredientes cascas de laranja e especiarias. Sua cor é um amarelo pálido e possui um aroma agradável. Nós preferimos as Weissbier ou Hefe-Weissbier, como a Paulaner, mas ficamos felizes sempre que conhecemos cervejas novas, então vale super a pena.

Esta é uma cerveja para beber com pouca preocupação por ter apenas 4,5% de teor alcoólico. No máximo preocupa pelo preço. Pagamos cerca de R$ 16 por 500 ml, mas recomendamos que você se dê esse prazer. 🙂

Fica a dica!

0

Cervejas do meu mundo afora: Petra Pilsen

Faz tempo que ela chegou ao mercado, mas só agora tivemos a oportunidade de experimentar.

Padrão Brasil. Nada mais, nada menos (Graças a Deus XD).

Esperávamos algo do estilo da Itaipava e graças a Deus foi diferente. A cerveja é boazinha, no estilo do que temos de comum por aqui, Brahma, Antártica, ETC. Boa praquela churrascada de final de semana, onde vale mais a quantidade do que a qualidade. 😉

Experimentem!

Fica a dica!