0

The Walking Dead is coming!

Acompanha TWD?

Então vai gostar de conferir o trailer da 3ª temporada. Se não acompanha, dá uma olhada no vídeo e confira as informações aqui. Você corre sério risco de se viciar! 🙂

Agora fiquem com o trailer:

Fica a dica!

Anúncios
3

Ringer – Confira a nova série da atriz de Buffy

Conferiu o título? Esse é o nome da nova série da Sarah Michelle Gellar, aquela que fez Buffy – A Caça-Vampiros, vocês lembram, não é?

Mais madura (e ainda mais bonita), a atriz não só protagoniza como também produz a série. Na trama Sarah é Bridget Kelly e Siobhan Martin, gêmeas idênticas, no melhor estilo “A Ruthinha é boa… a Raquel é má!”, eternizado no Brasil por novelas como Mulheres de Areia (as gêmeas da citação anterior) e A Usurpadora (Paola e Paulina). Mas engana-se quem pensa que a trama gira entorno de roubar o marido alheio ou ganhar tempo pra passear com o amante por aí. Ringer apresenta uma trama densa, que se desenrola e se revela mais complicada a cada novo episódio. Muito (muito mesmo!) já aconteceu e  ainda em sua primeira temporada!

Claro que elementos chave como dinheiro, poder, traição e dramas familiares estão presentes o tempo todo na série, mas na dose certa, sem perder a mão e virar um dramalhão mexicano. Quando você pensa que vai matar a charada, tudo dá uma grande reviravolta e te põe com cara de bobo, daí, o episódio acaba e você se contorce até a semana seguinte, louco pra sabe o que vai acontecer em seguida.

Ringer não é a série de uma atriz que fez sucesso no passado e tenta resgatar alguma fama, é uma trama envolvente, bem dirigida, estrelada e produzida. E com uma trilha sonora extremamente boa! 🙂

Para informação: Lembram do Sr. Fantástico (lá daquele filme do Quarteto)? Está na série também, com sotaque inglês, o bom ator Ioan Gruffudd! Misha Collins, ator que faz o Castiel, de Supernatural, até faz uma pontinha também… Animou mais? 😉

Confira o ótimo trailer da primeira temporada. Se puder, preste atenção nas palavras-chave de cada personagem, diz muito sobre cada um.

Enfim: Corra para assistir os episódios da série e ainda pegar primeira temporada em andamento.

Comentário: Não nivele a série pela cena no mar do primeiro episódio! Confessamos que aquela água de piscina com aquele fundo ficaram um tanto falsos, mas fora este exato e único detalhe, a série é foda demais! Dá um desconto, episódio piloto, sabe como é! Depois que aprovam o orçamento geralmente fica melhor! 😉

Fica a dica!

2

Aí vem o Chaves, Chaves, Chaves…

Quem almoçava assistindo chaves, levanta a mão! \o/ \o/

Pois é minha gente, o moleque orfão, meio bobalhão que morava num barril, encantou milhares de pessoas e fez muitos fãs continua em alta. Agora, para deixar ainda mais felizes os fãs da série, foi criado no Youtube um canal para exibir online, com qualidade de DVD e dublagem em português, 153 episódios. “Ah, sem os cortes que o SBT costuma fazer.”, é o que afirma o site Estadão.

Então, corram pra lá e matem a vontade de assistir todos aqueles episódios que sempre te fizeram se rachar de rir! 😉

Acesse o canal do Chaves aqui.

Fonte: Estadão.

Fica a dica!

7

Eleve-se ao Nível Épico!

Como este é um blog de dicas, não poderiam faltar algumas sugestões sobre páginas que curtimos. Se você, assim como nós, fuxica blogs e sites que publicam conteúdo de seu interesse atrás de novidades, esta é sua oportunidade de conhecer e acrescentar mais um à sua lista.

É provável que pelo menos um dos gêneros encontrados na dica que vamos dar te agrade, mas sendo todos, não nos surpreende. Estamos falando de um dos sites mais completos sobre cultura pop que conhecemos: Nível Épico.

Não por acaso, mas por sorte, conhecemos o autor desta coletânea de conteúdos que muito nos interessa. Por conta disso, sabemos que o nome é uma referência aos (saudosos) jogos de RPG e de como o autor tem perícia sobre o assunto.

Não é jabá. Acontece que não dá pra ser diferente, já que o Alan Barcelos, editor do site, é amante (dentre mais algumas coisas que não vamos listar, senão vai ficar maior ainda este parágrafo) de animes, quadrinhos, games, música, séries de TV e cinema (e crítico), além de ser jornalista, publicitário e designer. Tá pronta a mistura para críticas e resenhas de sucesso.

E para ser um nerd de primeira linha! 😉

Confiram o Nível Épico!

Fica a dica!

2

Fringe: Eis uma série foda, com bizarrices dignas de J.J. Abrams!

Olá, queridos viciadinhos em TV (ou nem tão viciadinhos assim, mas que adoram uma boa série). Ah, as séries de TV. Aqueles programas que viciam, emocionam, fazem você querer ficar em casa pra não perder o episódio da semana e te deixam um tanto puto chateado quando, no melhor momento, a cena acaba e você percebe que terá que esperar meses até saber se o carro realmente explodiu, se os fulanos vão se casar ou se o seu personagem favorito morreu mesmo (ou não) e, mesmo com tudo isso, você ama as séries de TV. A nossa nova série do coração é uma bizarrice atrás da outra, onde coisas inexplicáveis acontecem, mundos paralelos, clones, viagens no tempo e o que mais se possa imaginar. Já sabem do que estamos falando? Não? FRINGE, minha gente!

Particularmente (Carolina Souza), comecei a ver com desconfiança, sei lá. Alguém disse uma vez: “Parece com Arquivo X”. Eu, claro, não acreditei. Mas como estávamos meio sem nada pra assistir (mentira, temos milhões de coisas pra assistir em casa, mas nos falta tempo), embarcamos nessa. Assistimos o primeiro episódio e chegamos à seguinte conclusão: BIZARRO. Mas gostamos, pois parecia bem bolado, tinha o nome do J.J. Abrams (Criador de Alias e Lost) nos créditos, Joshua Jackson (Dawson’s Creek) no elenco, outros atores em papeis interessantes… Enfim, inspirava confiança. Depois de mais uns dois episódios e de compreender o que se passava, ficamos viciados e não paramos mais de assistir.

A série é ousada, como outras já tentaram ser (eu disse tentaram), mas não conseguiram (Leia-se: Dollhouse), tem referências a dar com pau de autores, tanto de séries, quanto de livros, cultura em geral e ainda nos ensina termos técnicos de policiais e médicos no melhor estilo ER e CSI.

As três temporadas foram empolgantes, daquelas que ao final de cada episódio você se pergunta: “E agora, o que vai acontecer dessa vez?”. Tem tiroteio, perseguições, romances, piadas, drogas psicotrópicas, universos paralelos, corpos (aos montes), criaturas saídas sei lá de onde, ciência e uma tecnologia incrível. Tem até uma vaca, que eu amoooo! XD

Fringe já ganhou uma legião de fãs que ficaram órfãos de suas séries favoritas finalizadas ou canceladas ou simplesmente aqueles que decidiram acompanhar uma nova série e gostaram. Fora do Brasil já ganharam até história em quadrinho (Atualmente com dois arcos completos), pra vocês verem como tá fazendo sucesso.

Para você que ficou órfão de séries com coisas esquisitas envolvidas como LOST, Arquivo X (long time ago), Supernatural (até a próxima temporada) e Dollhouse, vale procurar pelas reprises de Fringe. Pra você que nem era tão fã assim de esquisitices, assista mesmo assim, pois a série é muito interessante e está sempre em link com assuntos vividos por nós, meros mortais.

Curiosidade: Os spots originais da transmissão americana são imagens que formam palavras em um alfabeto codificado (chamados de Glyph codes), bem Legais. Praticamente irrelevante para a série, mas é um plus curioso! Deem uma olhada, se puderem.

Aguardamos ansiosos pelo começo da quarta temporada, agora em Setembro, nos states. No Brasil, a série volta com esta mesma temporada em Novembro e na TV aberta (SBT) volta a 3ª a partir deste mês.

Segue uma sinopse da série aqui.

OBS: (pra quem leu a sinopse): Divisão “Fronteiras” foi foda! Oh, tradução brasileira… XP

Fica a dica!

2

As muitas faces de Supernatural

Você provavelmente já ouviu falar em vampiros (muito famosos nos dias atuais), espíritos que assombram casas, guerra entre céu e inferno e mais uma gama de temas sobrenaturais que povoa o imaginário popular. É com esse pano de fundo que a série americana de TV, Supernatural ganha fãs nas mais variadas franquias.

Sam e Dean Winchester, seguindo os passos de seu pai, John, rodam estrada a fora atrás das mais variadas e bizarras criaturas para trazer paz ao mundo que conhecemos. Querendo vingar a morte da mãe causada por um demônio que mudou os seus destinos, o pai dos irmãos desaparece e fica a cabo deles reencontrá-lo. Porém, no caminho, encontraram pessoas precisando de sua ajuda contra as forças do mal e a cada ser maligno morto, eles deixavam um rastro de outras tantas criaturas que queriam suas cabeças. Acostumados à vida nômade desde criança, e aos desafios da rotina de hunters (ou caçadores – como se intitulam na série os que caçam seres sobrenaturais), por mais que tentem, não conseguem ter uma vida normal sabendo dos perigos existentes pelo mundo. Sendo assim a caçada continua, não importa o que aconteça.

Ao longo das temporadas, os irmãos Winchester lutam contra as forças do mal num enredo que envolve diversas religiões, mitologias e referências à cultura pop. Tudo bem mesclado e amarrado de uma maneira que prende o telespectador a cada novo episódio. Sem contar a trilha sonora, arrasadora!

O sucesso da série é tão grande que as histórias dos Winchester deixaram as telas de TV e ganharam espaço nos quadrinhos, animes (desenho animado japonês) e na literatura.

Títulos:

Supernatural: Origem (HQ)

Lançado pela NewPOP Editora, o quadrinho conta as aventuras de John Winchester logo após a morte de sua esposa, Mary. Ainda com dois filhos pequenos, John sai em busca do demônio que arruinou suas vidas e vemos a rotina de Sam e Dean mais jovens. Ainda foram lançados mais um arco aqui e o último só nos US of A, todos cronologicamente antes da série de TV e publicados pela americana Wildstorm.

Supernatural: The Animation (Anime)

Inspirado no original, a Warner do Japão produziu em parceria com o estúdio Madhouse (Ichigo 100%, Ninja Scroll) a adaptação da 1ª e 2ª temporada para desenho animado. Com ritmo e bem aceito pelos fãs da série, estreeou nos EUA em 2011.

OBS1: Altamente recomendado para quem já viu ao menos a primeira e segunda temporada, pois o anime começa no ritmo, sem explicar nada pra ninguém, contendo alguns flashes do passado, no máximo.

OBS2: Bem estranho escutar o Sam e o Dean falando em japonês, tendo em vista que eles são originalmente americanos, mas vá lá!

Curiosidade: Sam é dublado pelo ator original, Jared Padalecki, na versão americana!

Supernatural – O diário de John Winchester (Livro)

É o diário de John, consultado por Sam e Dean na série. Nele os irmãos encontram as informações reunidas pelo pai ao longo dos anos para enfrentar as forças do mal, além dos relatos tentando educá-los da melhor maneira possível, mesclado a ira e obsessão pela caçada ao demônio que matou sua mulher. De Dan Panosian e Alex Irvine, pela editora Gryphus.

Supernatural – O livro dos monstros, espíritos, demônios e ghouls (Livro)

Um guia dos monstros, espíritos e diversas criaturas enfrentadas durante a série. Características, pontos fracos e formas de combate recheiam o livro, narrados pelos próprios Winchester. De Alex Irvine, também pela Gryphus.

OBS: Ainda saíram algumas novels relacionados a série, mas apenas na terra do tio Obama.

Supernatural é uma série que combina suspense, ação e terror, com um humor peculiar e uma trilha sonora animal, prendendo a atenção do início ao fim. Se você é fã de alguns destes gêneros ou de todos eles e ainda não conhece a série, está na hora de abrir um espaço na sua agenda. Os episódios são exibidos as quintas, 21h no canal fechado Warner Channel e aos domingos no SBT, sob o título nacional Sobrenatural, dublado e em horários a critério da emissora.

Fica a dica!